Saladas em copo. Uma dieta mais criativa!

Saladas em copo. Uma dieta mais criativa!

As tentativas de adoptar uma alimentação saudável vão desde ter só alimentos bons para a saúde no frigorífico e despensa, até não ir ao supermercado com fome.

É notório que sofro do pecado da gula. Como porque estou triste, como porque estou feliz, como porque… porque sim.

Todas as desculpas para comer são boas e o pensamento na altura de fazer asneira são sempre: “Ah, é só hoje!”, “Hoje ainda não comi nenhum chocolate, até faz bem”, “Dizem que um copo de vinho às refeições é bom para o coração”, “É dia de festa, vamos comemorar sem pensar em dietas, por favor!”, “Que chatice, o dia correu mal, pelo menos tenho direito a qualquer coisinha mais”…. Podia continuar a debitar todas as razões que invento para comer. Ao longo dos anos, eu sei, tenho conhecimento, que uma alimentação saudável tem de ser constante e para isso terei de me lembrar sempre que quero ser mais saudável, mais activa e quero viver muitos anos ainda. Mas é difícil. Até já pensei ir a um psicólogo, até porque este problema é psicológico, mas o espelho por enquanto tem-me servido de alerta.

Como gosto de criar coisas novas, ou recriar algumas que vou vendo diariamente na internet, apeteceu-me servir saladas em copo. Já vi saladas e frutas em frascos para levar na marmita e lembrei-me que deveriam ficar bem nos copos largos de água que tenho.

Fui ao frigorífico analisar que ingredientes tinha para misturar e juntei tudo na bancada para ver melhor!

Arranjei e cortei alguns legumes, já tinha dourada cozida e até o dedo da mão cortei!! Mas não foi para dentro da salada!

Salada 1:

50g alface, 70g, dourada cozida, 10g rúcula, 40g tomate chucha, 1 ovo cozido, 6 azeitonas e orégãos.

Salada 2:

70g alface, 70g dourada cozida, 95g beterraba cozida, 7g croutons de azeite e alho, orégãos.

Salada 3:

30g cenoura, 15g rúcula, 60g dourada cozida, 70g pimento vermelho, 40g pimento picle.

Nota: Depois de “encopar” os alimentos e servi-los aos ilustres convidados, dispus de pratos fundos para que se pudesse despejar as saladas e comê-las de forma mais confortável e sem babar tudo!

As combinações são infinitas. Temos que ter sempre variedade de alimentos para criar novas saladas e adoptar temperos saudáveis como o azeite (1 colher de sopa apenas por salada). O azeite em excesso também engorda. Não se ponham a encher as saladas de azeite porque estragam tudo.

Estas foram as primeiras experiências de saladas empratadas/ “encopadas” que fiz.

Têm mais sugestões? Comentem o artigo para eu saber e experimentar também.

Até à próxima salada!

 



2 thoughts on “Saladas em copo. Uma dieta mais criativa!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *