Gastronomia e Cidades do Mundo

Restaurante/ Cervejaria Pinóquio. Marisco sempre fresco. Pica-pau obrigatório!

Restaurante/ Cervejaria Pinóquio. Marisco sempre fresco. Pica-pau obrigatório!

Ultimamente, tenho experimentado e dado oportunidade a restaurantes que realmente não primam pela qualidade. Fartei-me um pouco e resolvi escrever artigos sobre os que já conheço e gosto. Estes não falham, nem por ser Agosto. Simplesmente, são constantes, bons e sabem o que fazem no mercado, até porque já cá estão há muito tempo.

Comecei pelo Restaurante/ Cervejaria Pinóquio. Fica situado nos Restauradores em Lisboa, o que o torna logo agradável, movimentado e ao mesmo tempo acolhedor. Aberto todos os dias das 12h às 24h, só temos que ter paciência para esperar por uma mesa na esplanada.

Tal como as normais cervejarias, o ambiente é descontraído, algo barulhento e todos se divertem. A melhor altura para lá ir, pelo menos para mim, é com bom tempo, entre Maio e Outubro, quando podemos ficar na movimentada esplanada, mas agradável e sempre cheia!

O interior do restaurante é um pouco antigo, mas pouco me importa, porque só lá passo para ir à casa de banho. Gosto mesmo de estar na esplanada a comer e na conversa com os amigos.

Começamos com as entradas standard de pão e azeitonas temperadas (tão boas!).

Quanto à ementa, o que mais me atrai é o marisco. Está sempre fresquíssimo e bem cozido.

  

Comecei por umas gambas da costa, que vêm sempre cheias de sal e são tão saborosas. Só de estar a escrever o artigo me vem água à boca!

Depois pedi uma bela sapateira, que além de estar cheia de carninha, o recheio estava muito bem feito. Consistente, bem temperado e óptimo com o pão que serviram. Que delícia!

Como já se sabe eu gosto muito de comer, mas dá-me imenso prazer comer com as mãos, sem talheres (devia ter nascido na Índia se calhar, mas lá só se pode comer com a mão direita!). Provavelmente, gosto ainda mais de marisco, porque se come à mão, sem medos, sem constrangimentos. E sabe MUITO bem!

O petisco mais conhecido do Pinóquio, além do marisco, é o famoso pica-pau. Mas que bela carne que servem sempre.

 

Este petisco vem acompanhado com batatas fritas muito boas também. É uma carne de vaca simples, bem temperada, muito tenra e mal passada. Ai já estou com uma vontade de lá voltar!

Quanto ao vinho pedido, sugeriram-nos experimentar um vinho não tão conhecido como o Muralhas. Serviram o Portal do Fidalgo.

Provei e gostei, não adorei, mas gostei. É um vinho mais leve que o Muralhas. Tem menos gás e é mais doce. É agradável e bebe-se bem. Não sou especialista em vinho, só sei o que gosto e não gosto!

Não posso deixar de referenciar o atendimento do sr. Manuel Fernandes, que encontro sempre lá. Este senhor é um pérola de simpatia, de antiguidade no restaurante e atenção ao cliente. Também fui atendida pelo Sr. Marco, que também é simpático, engraçado e bastante divertido. Excelente atendimento.

Mas, para finalizar este jantar, serviram-nos uma ginjinha. Hum, que bem que soube. Melhor que comer uma sobremesa.

Tendo em conta o que comi com a minha amiga Rita (uma das minha companhias de petiscos), achei o preço justo.

Uma garrafa de água, uma de vinho, gambas, sapateira, pica-pau, entradas e cafés: cerca de 50 €/ pessoa. Pode ser um preço um pouco avultado para algumas carteiras, mas tenham a certeza que não saem de lá com fome!

Até ao próximo petisco!

 



2 thoughts on “Restaurante/ Cervejaria Pinóquio. Marisco sempre fresco. Pica-pau obrigatório!”

  • 50€ já da para fazer uma refeição interessante em qualquer Marisqueira. Do outro lado da avenida o Ribadouro rivaliza com esta.
    Boa escolha

    • Estive no Ribadouro em Julho e desapontou-me em vários aspectos. Mas, em breve falarei dessa marisqueira. Tenho mesmo saudades do Ramiro. Essa sim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *