Gastronomia e Cidades do Mundo

Mosquitos e peixe-aranha. Como evitar e tratar.

Mosquitos e peixe-aranha. Como evitar e tratar.

Após pesquisar em vários sites oficiais e oficiosos, cheguei à brilhante conclusão que o melhor mesmo é evitar estes bichos que só servem para chatear, magoar, dar comichão e inchaços!

Os mosquitos normalmente aparecem quando queremos descansar à noite. Para evitá-los podemos manter o quarto fresco com ventoinha ou A.C., colocar no corpo os famosos repelentes mal-cheirosos ou usar uma rede mosquiteira. Existem umas redes boas e baratas no IKEA. Elas resultam porque eu já usei: Rede mosquiteira IKEA.
Se tiverem a pouca sorte de serem picados, então vão ter que recorrer ao famoso Fenistil ou outro semelhante para aliviar o desconforto. Se forem picados várias vezes, tomem um banho frio, coloquem o Fenistil e estejam atentos às reacções alérgicas. Qualquer reacção exagerada que tenham, convém consultar um médico.
Não cocem as picadas e não as espremam, só vai piorar a reacção.

O peixe-aranha, facilmente confundido na areia, tem uma barbatana dorsal onde aloja veneno, que quando a pisamos provoca uma dor terrível (dizem os entendidos picados, já que eu nunca tive a infelicidade de me cruzar com algum).
Para evitarmos ser picados por um peixe malvado destes, ou não vão tomar banho ao mar (radical, mas infalível!), ou usam uns sapatos pouco estéticos mas seguros. Existem sapatos deste género nas lojas de desporto, de várias cores: Calçado para água.
Quando têm a infelicidade de pisar um peixinho fofinho destes que mencionei, chamem por um nadador salvador, ele sabe o que fazer. Já li e ouvi várias teorias de mezinhas, tais como aquecer ao máximo a zona da picada com água ou com um cigarro!, fazer xixi para cima da picada ou usar vinagre! Sinceramente, nunca experimentei, portanto para mim não passam de teorias não validadas e continuo a ficar na praia sempre com um nadador salvador perto. Qualquer reacção exagerada ou dificuldades respiratórias que tenham, corram para o hospital.

Na praia ou campo, estejam atentos sempre a picadas de bichos e às suas reacções. Continuo a gostar mais de prevenir do que remediar!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *