Gastronomia e Cidades do Mundo

MILÃO, como ir. Onde ficar.

MILÃO, como ir. Onde ficar.

Cheguei em Maio a Milão ao aeroporto Malpensa e a partir daí foi tudo muito fácil. Existe muita informação.

Junto à recolha das bagagens escolhemos o transporte para o centro da cidade que mais nos agrada.

O táxi mencionava 95 € e logo aí não me agradou! Escolhi o comboio para ir para a Estação Central, perto do Hotel Mennini, onde fiquei hospedada. Custou 13 €. Bem melhor!

O comboio foi rápido, seguro, e bastante confortável.

 

Quando cheguei à Estação Central deparei-me com um edifício lindo, imponente e repleto de pessoas.

O caminho da Estação até ao Hotel são 10 minutos a pé, 15 minutos com malas de viagem!

Assim que deixei as malas no Hotel, fui ao supermercado Penny. Faço sempre isto em qualquer cidade do Mundo (quando é possível). Comprei água e bolachas, porque não gosto de gastar imenso dinheiro com o mini bar do quarto.

O Hotel Mennini é um castiço hotel, bastante desactualizado, a precisar de obras nas canalizações há muito tempo. Água quente não tive, mas fiquei só 3 dias, portanto, reclamei e aguentei.

Embora, as instalações do hotel não fossem as melhores, o hotel apresentou bom preço em relação à sua localização.

    

O pequeno-almoço também era fraco e pouco variado, mas como já referi, não se pode pedir um hotel bem localizado, barato e de 5 estrelas.

De qualquer forma, os funcionários eram tão simpáticos e acessíveis que valeu a estadia pelas dicas que eles deram da cidade.

Depois de jantar e me instalar no Hotel, debrucei-me sobre o mapa de Milão para escolher os locais mais atractivos a ver no dia seguinte:

Mapa retirado do site Visitacity

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *