Gastronomia e Cidades do Mundo

Biscoitos “carecas”, uma receita de família

Biscoitos “carecas”, uma receita de família

Os biscoitos que vos falo são uma relíquia de família, uma receita centenária e muito simples.

Dentro do clã Sintra Silva estes biscoitos são denominados de carecas, devido ao seu aspecto “careca”, sem grandes decorações e apenas com uma amêndoa em cima no meio.

A verdadeira história surgiu quando há muitos anos atrás a minha mãe estava a fazer estes biscoitos de manteiga e uma tia do meu pai entrou na cozinha. Essa tia, a tia Chica, uma mulher chata, que estava sempre a criticar tudo e todos, quando entrou na cozinha só exclamou: “Ah que biscoitos tão carecas!”. E assim ficaram designados de Carecas!

A receita é tão simples que até uma criança pode fazê-los e na altura de colocá-los no forno, alguém mais velho ajuda.

A receita é esta:

100 g de Manteiga

125 g de Açúcar

1 Ovo

250 g de Farinha

1 c. de chá de Fermento

Amêndoas q.b.

(Nesta receita eu misturo tudo com as mãos, não uso batedeira, nem robot de cozinha)

Mistura-se bem a manteiga amolecida com o açúcar. Junta-se o ovo. Depois de tudo bem misturado, deita-se a farinha pouco a pouco juntamente com o fermento.

Amassa-se tudo bem, fazem-se umas bolinhas do tamanho de um ovo de pombo e põe-se um miolo de amêndoa em cima. Vai ao forno a 180 ºC em tabuleiro polvilhado de farinha, não untado, até alourarem.

Eu avisei que era simples! São tão bons para comer com um chá, ou simplesmente com um café a seguir ao almoço.

Há pouco tempo a equipa Tastytravel.World (LS) fê-los para serem vendidos na Feira da Bagageira em Benfica, Lisboa. Além de ficarem óptimos, consegui vendê-los todos e fiz algum dinheiro.

Se forem conservados em local fresco, dentro de um frasco hermeticamente fechado, duram mais de duas semanas.

Na foto, estou a vendê-los na feira!! Foi muito divertido!

Até à próxima receita!

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *